Heads Up: Mostra de Cinema no Cinematógrafo

Os cinéfilos podem estar interessados na cobertura da Mostra que a Bibi está fazendo no Cinematógrafo e no twitter. Ela está com uma credencial permanente integral, assistindo a dezenas de filmes e comentando para você poder assistir somente aos melhores.

Infelizmente, devido ao trabalho, eu vi apenas uns 3 filmes até agora, mas foi ela que escolheu, e foram todos bons.

Good Copy Bad Copy na 31ª Mostra de Cinema de São Paulo

Aproveite a Mostra de Cinema para assistir ao filme Good Copy Bad Copy. Ele estáLogo da Mostra programado para ser exibido na Mostra de Cinema de São Paulo na sexta-feira às 14 horas. Como é um média metragem, ele foi colocado em uma sessão dupla com o filme Uma Outra Selinunte.

Para quem está em São Paulo e tem esse horário livre, vale a pena conferir, mas é bom checar antes, porque diversos filmes da Mostra tem tido o horário trocado.

Veja também:

Via: Cinematógrafo

Creature Comforts e o sotaque brasileiro

Poster creature comforts
Um dos grandes clássicos da Animação é o curta Creature Comforts, do gênio Nick Park, que depois ainda fez Fuga das Galinhas e diversos curtas e um longa dos personagens Wallace and Gromit.

Em Creature Comforts, diversos animais do zoológico são entrevistados sobre sua situação, sobre o clima, comida, se gostam de viver atrás das grades. As entrevistas são reais, feitas com moradores de um conjunto residencial, um asilo de idosos e uma família de moradores em uma loja local e depois colocadas na boca de diversos animais, como ursos polares, tartarugas, uma gorila e um puma. O efeito é fantástico, mas não consegui encontrar nenhuma versão traduzida on-line.

De qualquer forma, em uma tradução talvez se perdesse a melhor parte, que é o sotaque brasileiro do puma reclamando da vida na Inglaterra e falando com saudades do Brasil. A seleção é ambígua, então quando ele fala sobre os ingleses, ele parece estar falando sobre os tratadores, e quando reclama da comida inglesa, ele fala sobre como a comida do zoológico parece mais com comida de cachorro do que comida própria para animais selvagens, reclamando da falta de carne fresca, já que no Brasil somos carnívoros, e não vegetarianos. Ele elogia os avanços tecnológicos ingleses, mas lembra que falta espaço para ele não se sentir como um objeto em uma caixa. O puma era aparentemente um amigo do Nick Park que vivia em um hotel e falava sobra sua própria situação.

Todos os principais erros de pronúncia e vícios de linguagens típicos de nós brasileiros aparecem nesse vídeo, incluindo, diversos “you know”. Além disso, ele pronuncia todas as vogais, incluindo as mudas, como em “In Brazil we are predominantly carnivorous” e “technological advances”, fala “world” como “word” e erra alguns tempos verbais, como em “to swimming” no lugar de “to swim”.

Como as outras animações, Creature Commons foi feito com massinha, um processo complicado e demorado que dá ainda mais crédito à peça. Ao ganhar o Oscar de de Melhor Curta de Animação de 1990, Nick Park conseguiu a proeza de ao mesmo tempo perder pelo filme “A Grand Day Out” com Wallace and Gromit, já que ele foi indicado duas vezes para a mesma categoria naquele ano.

Vale a pena ver esse filme:

AtomFilms.com: Funny Videos | Funny Cartoons | Comedy Central