Barões da mídia

Logo do Estadão

No debate do Estadão alguém fez uma pergunta não respondida que era mas ou menos assim: “quando um blogueiro recebe para pagar, ele não está sendo como um barão da mídia? Os blogs democratizam ou reproduzem e reforçam o poder dos barões da mídia”.

A discussão acabou se desviando para a separação igreja-estado em jornais, e ficou faltando uma resposta sarcástica, e mais ainda uma resposta razoável.

Não faz sentido comparar blogs, que são em sua grande maioria independentes, com grandes grupos empresariais com interesses econômicos poderosos e com histórico de manipulação das informações. Os chamados barões da mídia tradicional tem mais poder quanto menos alternativas existem, e blogs são alternativas ao poder constituído.

Bloggers sendo anti-éticos é muito menos grave do que um grande jornal ou grande revista sendo anti-ética. Mas é óbvio que isso não significa que bloggers são livres para trair a confiança dos seus leitores. .